Wang Jianjiahe com sexto melhor tempo mundial no TYR Swim Series

  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Em Des Moines (capital do estado norte-americano de Iowa, com pouco menos de 217.000 habitantes; 646.000 em toda a área metropolitana), e em piscina de 50m., disputou-se a segunda etapa dos “TYR Pro Swim Series”, com boa participação, que deu alguns resultados interessantes, os quais oferecemos aos nossos leitores.

O melhor de todos eles, sem dúvida, foram os 15,46″69 da jovem chinesa de 16 anos, Wang Jianjiahe, ao ganhar os 1.500m. livres com tempo que é novo recorde nacional e asiático, assim como o sexto melhor tempo mundial de sempre, por detrás dos 15,20″48 da norte-americana Katie Ledecky o 2018; os 15,38″88 da dinamarquesa Lotte Friis de 2013; os 15,40″14 da neozelandesa Lauren Boyle de 2015; os 15,42″50 da também norte-americana Katie Ziegler de 2007, e os 15,44″93 da italiana Alessia Filippi de 2009. Destacar também os 4,03″29 de outra jovem chinesa, Bingjie Li, 17 anos, que se impôs nos 400m. livres. Do resto, destacamos o seguinte:

MULHERES. LIVRES. Discretos os 50m., onde não se baixou dos 25″, com vitória de Natalie Hinds, 25″26, por diante de Margo Geer, 25″29, e da jovem canadiana Kayla Sanchez, 17 anos e 25″31. Nos 100m., vitória de Geer, 54″59, única que baixou dos 55″ na final, por diante de Olivia Smoliga, 55″05, e Hinds, 55″26 (destacar também os 54″87 de Sanchez na eliminatória).

Nos 200m., bons os 1,57″70 da veterana Allison Schmitt, 28 anos (campeã olímpica desta prova em Londres-2012) por diante de Melanie Margalis, 1,58″02, e Leah Smith, 1,58″47.

Nas provas longas, segundo lugar de Wang nos 400m., 4,05″28, com Leah Smith terceira, 4,08″41. Nos 1.500m., e por detrás dos já assinalados 15,46″69 de Wang, os 16,17″92 da chilena Kristel Kobrich, aos seus 33 anos com os olhos postos na sua quinta participação olímpica, e os 16,19″71 de Li. Nos 800m., e na ausência das duas chinesas que ganharam os 400 e 1.500m., a vitória foi para Leah Smith com uns discretos 8,29″12, no final dum ajustado duelo com Hali Flickinger, 8,29″96, com Kaersten Meitz terceira, 8,38″98.

COSTAS. Triplo de Kathleen Baker, que se impôs com 27″76, 59″17 e 2,08″08. Nos 50 e 100m. por diante de Olivia Smoliga, 28″25 e 59″35, e Ali de Loof, 28″51 e 1,00″10, enquanto na prova longa impôs-se a Flickinger, 2,10″24, e Smoliga, 2,11″18.

BRUÇOS. Vitória da brasileira Jhennifer da Conceição na prova curta com 30″90, muito ajustadamente por diante da britânica Imogen Clark, 30″91, e Annie Lazor, 30″96. Duplo desta última, que se impôs nos 100 e 200m. com uns bons 1,06″66 e 2,22″99, claramente adiantada a Bethany Galat, 1,07″13, e Melanie Margalis, 1,07″20, nos 100m., e da canadiana Kierra Smith, 2,24″41, e Galat, 2,25″66, nos 200m.

MARIPOSA. Vitória na prova curta para a egípcia Farida Osman com uns bons 25″79, numa ajustada chegada com Kelsi Dahlia, 25″87, com Kendyl Stewart terceira, 26″37. Domínio claro de Dahlia nos 100m., com uns bons 57″86, por diante de Amanda Kendall, 58″66, e Osman, 59″13. Mais uma vitória de Hali Flickinger na prova longa com 2,07″10, claramente adiantada a Megan Kingsley, 2,10″91, e a britânica Charlotte Atkinson, 2,11″34.

ESTILOS. Bons os 2,10″88 de Melanie Margalis, por diante da canadiana Kayla Sanchez, 2,12″93, com Katheen Baker terceira, 2.13″27. Segunda vitória de Flickinger, agora nesta prova longa, com 4,38″84, por diante de Bethany Galat, 4,43″64, com a jovem Calypso Sheridan, 19 anos, 4,44″04.

HOMENS. LIVRES. Vitória para Michael Andrew e os seus 21″94 nos 50m., por diante de Caeleb Dressel, 22″08, e do egípcio Ali Khalallafa, terceiro, 22″33. Nos 100m., vitória de Blake Pieroni com bons 49″91, por diante de dois brasileiros, Breno Correia, 48″99, e Marcelo Chierighini, 49″19, este último com o mesmo tempo e lugar que o alemão Marius Kusch (com melhores 48″95 nas eliminatórias); o melhor tempo da prova foi, porém, para Dressel ao ganhar a Final B com 48″71. Bons os 200m., com um duelo entre Correia 1,47″83, Blake Pieroni, 1,47″92, e o alemão Alex Kunert, 1,47″92, com outro brasileiro quarto, Luiz Melo, 1,48″26.

Nas provas longas, duplo de Zane Grothe nos 400 e 800m., 3,49″29 e 7,54″28; nos 400m. por diante do dinamarquês Anton Ipsen, 3,49″83, os dois já muito por diante do ex-italiano (agora ja norte-americano) Mitchell d’Arrigo, 3,53″46 (com melhores 3,52″87 nas eliminatórias); nos 800m., Grothe impôs-se a Jordan Wilimovski, 7,5%”71, com Ipsen terceiro, 7,58″23. Mais discretos foram os 1.500m., nos que não se baixou dos 15 minutos, com vitória de Ipsen, 15,05″39, num ajustado final, resistindo as acometidas finais de Wilimovski, 15,05″44, com Grothe terceiro, 15,13″29.

COSTAS. Duplo de Michael Anfrew, ao impor-se nos 50 e 100m., com 24″94 e 53″98; nos 50m. por diante do russo Grigory Tarasev, 25″16, e Jacob Pebley terceiro, 25″30; nos 100m., com o japonês Ryosuke Irie segundo, 54″03, e Tarasev terceiro, 54″17. Bom duelo na prova longa, com vitória de Pebley, 1,57″12, por diante de Irie, 1,57″26, enquanto Tarasev era terceiro, 1,58″45.

BRUÇOS. Vitória brasileira na prova curta com os 27″18 de Felipe Lima, ajustadamente por diante de Michael Andrew, 27″22, e Nic Fink, 27″45. Dois homens disputaram a vitória nos 100m. por baixo do minuto, que foi finalmente para Michael Andrew, 59″70, por diante do britânico James Wilby, 59″91, com Cody Miller terceiro, 1,00″22, e outros três nadadores no minuto e centésimos. Bons os 2,09″90 de Will Licon na prova longa, ajustadamente por diante de Fink, 2,09″93, e Wilby, 2,10″78.

MARIPOSA. Bom duelo na prova curta, com vitória para Michael Andrew, 23″36, num ajustado final com o alemão Marius Kusch, 23″38, sendo terceiro o guatemalteco Luis Martínez, 23″79. Bons os 51″51 de Caeleb Dressel nos 100m., impondo-se ajustadamente a Kusch, 51″58 (com o melhor tempo da prova pelos seus 51″35 das eliminatórias) e Martinez, de novo terceiro, 52″17. Pódio de estrangeiros na prova longa, com vitória do alemão Alex Kunert, 1,57″80, no final dum bom duelo com o canadiano Mack Darragh, 1,58″65, e o brasileiro Luiz Melo, 1,58″98 (que era primeiro nos 100m. (55″48 por 56″18 do alemão).

ESTILOS. Não se baixou dos dois minutos nos 200m., com vitória de Gunnar Bentz, 2,01″45, por diante de Jay Litherland, 2,02″29, e do brasileiro Leonardo Coelho, 2,02″73. Litherland impôs-se na prova longa, 4,17″28, remontando nos últimos metros o brasileiro Brandonn.

Comentários