Vicente Moura demitiu-se do Sporting

  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Vicente Moura, vice-presidente das modalidades do Sporting, demitiu-se, esta quinta-feira, do cargo.

Segundo o clube leonino, em comunicado, o dirigente demitiu-se “alegando motivos de saúde”. Contudo, o ex-presidente do Comité Olímpico de Portugal e Federação Portuguesa de Natação já tornou público que a razão se prende com as críticas de Bruno Carvalho às modalidades.

“Vejo, em todas as modalidades, um apoio que mais clube nenhum tem no mundo, mas um grau de exigência muito pequeno. A cada mau resultado, e então se torno público o meu desagrado, lá vem a onda de apoio aos `meninos`”, escreveu Bruno de Carvalho na mensagem em que anunciou que deixaria de comunicar através da rede social Facebook.

Vicente Moura, de 79 anos, foi eleito para a direção em 2013, integrando o elenco encabeçado por Bruno de Carvalho, e foi reconduzido nas eleições desde ano, de novo na lista do atual presidente.

“Primeiro eu mantenho, naturalmente, o meu estado de saúde, uma vez que tive um enfarte há um ano e tal. Em segundo lugar, deve-se ao facto das declarações que o presidente pôs no Facebook, que, de certa forma, é uma crítica generalizada e a mim próprio sobre os resultados das modalidades. Retira-me as condições para continuar. Considerei que não tinha condições para continuar e pedi a demissão”, afirmou Vicente Moura, em declarações à rádio TSF.

O antigo presidente do COP explica que “não faz sentido nenhum continuar” se os responsáveis leoninos pensam que “o trabalho não corresponde ao necessário”.

Após a saída do “comandante”, surgiu a explicação oficial do clube: “O presidente da mesa da assembleia-geral do Sporting Clube de Portugal informa que, alegando motivos de saúde, o vice-presidente para as modalidades do clube, comandante José Vicente de Moura, lhe solicitou a dispensa do cargo executivo que desempenhava até agora”, lê-se na nota do clube.

“Graças também ao seu contributo, o Sporting Clube de Portugal enriqueceu o seu palmarés conquistando vários títulos nacionais e europeus. Ao comandante Vicente de Moura, e em nome dos órgãos sociais e dos sócios do Sporting Clube de Portugal, agradeço todo o esforço, dedicação e devoção com que sempre serviu o clube”, refere o comunicado subscrito por Jaime Marta Soares, presidente da Assembleia Geral do clube de Alvalade.

Comentários