Resumo do campeonato italiano em piscina curta

  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Numa das piscinas talismã da natação italiana, Riccione, fechada a 25m., disputou-se no último fim de semana o Campeonato Italiano Open, com muito bons resultados, com destaque para quatro recordes nacionais. Para duas costistas: Silvia Scalia nos 50m. com 26″67, superando os seus anteriores 26″70 deste passado novembro, e Margherita Panziera, com 2,01″56 nos 200m. (com tempos intermédios de 28″92, 59″35 e 1,30″41), superando os seus anteriores 2,02″43 do Dezembro 2017, e para dois homens: o jovem Thomas Ceccon, 18 anos e 1,53″26 nos 200m estilos (24″53, 28″20, 33″46 e 27″07), superando os anteriores 1,54″53 de Federico Turrini em Abril 2013, e que também é novo recorde europeu júnior; o quarto recorde foi para o velocista Marco Orsi nos 100m estilos, 51″57, superando os seus anteriores 51″76 de Dezembro 2017.

Entre as mulheres, nas provas de livres, centésimo título para a veterana Erika Ferraioli, 32 anos, com 24″28 nos 50m., com Nicoletta Ruberti segunda, 24″76, e outras três nadadoras nos 24″. Dupla para Federica Pellegrini que ganha os 100m. com 52″81, e os 200m., 1,55″31, por diante de Ferraioli nos 100m., 53″39, e de Laura Letrari nos 200m., 1,57″31. Sem problemas Simona Quadarella para ganhar tanto os 400m., 4,03″48, e os 800m., 8,13″41, por diante de Martina Caramignoli, 4,05″74, e Giulia Gabbrielleschi, 8,23″43.

Nas provas de costas, Elena di Liddo tem sido segunda nos 50m., 27″12, com outras cinco mulheres nos 27″, enquanto Scalia tem duplicado sua vitória nos 50m. com a dos 100m., 57″56, com Margherita Panziera muito perto, 57″94, e outras seis mulheres abaixo do minuto. Nos 200m., segundo e terceiro lugar para duas jovens de 16 anos, Giulia d’Innocenzo, 2,06″08, e Martina Cenci, 2,06″95.

Em bruços, dupla para Martina Carraro, nos 50m. com 30″19, nos 100m. com 1,05″86, por diante de Benedetta Pilato, 30″32, e empate no segundo lugar entre Arianna Castiglioni e Ilaria Scarcella, as duas com 1,06″00. Nos 200m., vitória para Francesca Fangio, 2,21″22, com Anna Pirovano segunda, 2,22″67.

Na mariposa, duelos já clássicos, desta vez com dupla vitória para Elena di Liddo, 26″32 e 57″01, nas duas provas por diante de Ilaria Bianchi, 26″33 e 57″20. Também foram muito ajustados os 200m., com vitória de Alessia Polieri, 2,07″39, por diante de Bianchi, 2,07″48.

Finalmente, nas provas de estilos, títulos repartidos para Laura Letrari nos 100m., 59″88, com Ilaria Cusinato segunda, 1,00″03; para duas jovens nos 200m., Anna Pirovano, 18 anos e 2,08″97, e Sara Franceschi, 19 anos e 2,09″19, e para Luisa Trombetti nos 400m., 4,35″27, por diante de Stefania Pirozzi, 4,37″06.

Entre os homens, nas provas de livre, vitória para Marco Orsi nos 50m., 21″41, com Lorenzo Zazzeri segundo, 21″47, e outros sete homens nos 21″. Nos 100m., os quatro primeiros nadaram em 47″, com vitória para Zazzeri, 47″06, por diante de Alessandro Miressi, 47″25. Gabrielle Detti nadou unicamente os 200m livres, ganhando com 1,44″39 por diante de Matteo Ciampi, 1,45″32, e outros cinco homens nos 1,45″. Ausente Detti dos 400m., vitória para Alessio Proietti, 3,43″21, por diante de Ciampi, 3,43″87. Finalmente, nos 1.500m bons 14,25″08 do recordista mundial Gregorio Paltrinieri, muito por diante de Ciampi, 14,37″08, e Alessio Occhipinti, 14,46″82.

Nas provas de costas, Matteo Milli ganhou os 50m. com 23″55, por diante de Orsi, 23″62, enquanto Lorenzo Mora conseguia a dupla, ao ganhar os 100 e 200m.; os 100m., ajustadamente por diante de Thomas Ceccon, 50″79 por 50″80, com outros quatro homens nos 51″, os 200m. com 1,50″92, muito por diante de Emanuel Turchi, 1,53″51.

Em bruços, outra dupla, esta para Fabio Scozzoli, com 25″99 nos 50m. e 57″17 nos 100m., nas duas provas adiantando o jovem Nicoló Martinenghi, 19 anos, 26″58 e 57″73, com seis homens baixando do minuto nos 100m. O jovem Martinenghi foi o campeão dos 200m., 2,07″00, por diante de outro jovem Alessandro Fusco, 18 anos e 2,07″42, por diante do veterano Edoardo Giorgetti, 29 anos, 2,07″71.

Em mariposa, segundo título para Marco Orsi, 22″87 nos 50m., adiantando-se a Daniele d’Angelo, 23″25. Nos 100m. outros dos clássicos duelos italianos, com vitória de Matteo Rivolta, 51″17, por diante de Piero Codia, 51″37, o ex-canadiano (agora italiano) Santo Condorelli, 51″46, e D’Angelo, 51″82, com outros quatro finalistas nos 52″, enquanto outro jovem, Federico Burdisso, 17 anos, ganhava os 200m., con 1,54″33, ajustadamente por diante de Giacomo Carini, 1,54″55, Matteo Pelizzari terceiro, 1,54″56, e Filippo Berlincioni, 1,54″99.

Finalmente, nos estilos, terceiro título para Orsi, com o recorde já comentado nos 100m., por diante de Simone Geni, 52″60. Nos 200m., e por detrás do recorde de Thomas Ceccon, Lorenzo Glessi era segundo, 1,54″50, enquanto Lorenzo Tarocchi ganhava os 400m., 4,06″90, por diante do jovem Alberto Razzetti, 19 anos, 4,08″43.

Comentários