Professor de natação pedófilo livra-se da prisão

  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

O Tribunal da Relação de Évora livrou da prisão um professor de natação condenado a sete anos e seis meses por abuso sexual de menores, avança esta terça-feira o jornal Correio da Manhã.

“Joaquim Patrício, de 70 anos, foi condenado em fevereiro, em cúmulo jurídico, por crimes contra cinco alunas. As menores eram abusadas nas aulas, na piscina da Vidigueira. No recurso, a Relação reduziu a pena para cinco anos, suspensa por igual período, mas manteve a proibição de exercer atividades regulares com menores durante dez anos e a indemnizar em 22 500 euros as vítimas”, lê-se ainda no CM.

Os crimes cometidos reportam-se aos anos de 2005 a 2017 e envolveram 5 crianças. O abusador estava ligado a um clube de Alvito e dava aulas de natação nas piscinas de Vidigueira.

O criminoso foi detido pela Polícia Judiciária no dia 2 de fevereiro de 2017.

Comentários