Miguel Frischknecht: “Este ano foi mais competitivo e mais renhido”

  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Miguel Frischknecht, treinador da equipa do Algés, considerou, em declarações ao site da FPN, que o “tri” feminino foi “mais competitivo e mais renhido”.

“O ‘tri’ era o nosso objetivo no início da época. Este ano foi mais competitivo e mais renhido. Apesar de na última sessão sabermos que estava ao nosso alcance, que estava mais perto, conseguimos suplantar as perspetivas. O tetra é um objetivo, é sempre. Quando ganhamos, na próxima competição temos de defender o título e é isso que vamos fazer”, referiu o técnico algesino.

O SAlgés e Dafundo sagrou-se este domingo tricampeão nacional feminino da 1.ª Divisão nos campeonatos que se disputaram no Jamor.

As algesinas somaram 716 pontos, confirmando a tendência vitoriosa que já se verificava no primeiro dia de competição. Este é o quinto título nacional para o clube algesino.

O Sporting conseguiu superar o Benfica na luta pelo segundo lugar ao somar 667 pontos contra 646 da equipa encarnada.

Desceram de divisão o Sporting de Braga, Náutico da Marinha Grande e Fundação Beatriz Santos.

Comentários