Dr. Borges Coutinho, responsável pela ida do Sintaro Yokochi para o Benfica

  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Aconteceu no ano de 1972 no período em que era responsável pela natação do Benfica prof. Borges Coutinho.

Na altura, ainda o Algés, vivia com os seus sucessos da sua equipa graças à competência do técnico japonês. Este abalou com a saída do Dr. Francisco Alves da Presidência da Direção com o técnico Yokochi a sofrer por essas consequências diretivas do clube da linha a ser afastado da chefia da equipa. Na altura fez correr muita tinta na Comunicação social.

Dizia Yokochi, aos seus nadadores e amigos, que tinha sido atraiçoado pelo Dr. Vasco Fortuna, o novo líder dos destinos do Algés, por ele ter uma boa relação com o anterior Presidente.

O mister, na altura deste conflito, dizia que pensava noutro estilo de vida e que tinha projetos diferentes para o seu futuro em Portugal e no Japão.

Mas aconteceu no ano de 1972, o Benfica, por intermédio do seu Presidente Dr. Borges Coutinho, que já o tinha sondado primeiro sobre a ideia de ser responsável pela natação do Benfica e depois apareceu o Dr. Osvaldo Branco, que era também diretor do Algés e do Benfica.

Entretanto, já o Sporting andava na sua perseguição, para treinar a sua equipa. Esta ideia não se chegou a concretizar, porque o Benfica já tinha recebido a sua palavra e a proposta, entre elas havia o comprometimento de uma piscina, promessa que foi cumprida, apenas seis anos depois. Esta graças à dinâmica dos dirigentes da natação do clube, Eng. Cavaleiro Madeira e Oliveira e Silva. Nossas conversas nos cais das piscinas, que até o tinham prometido uma piscina longa (50 metros), caso o Benfica classificasse alguns nadadores finalistas em Jogos Olímpicos de Los Angeles em 1984.

A natação portuguesa viveu momentos de glória, a sua equipa era na altura aquela que possuía os melhores valores, um leque de grande respeito, que aqui deixo alguns nomes mais sonantes na altura a nível internacional: Diogo Madeira, João  Santos, Alexandre Yokochi, Henrique Villaret, Liliana Santos, Sandra Neves, entre muitos outros que compunham a equipa.

Alexandre Yokochi, seu filho, tornou-se entretanto na altura, como o melhor nadador português de sempre da natação portuguesa.

Foi vice-campeão europeu de juniores, medalha de prata no europeu de 1985, e campeão europeu em Zagreb no ano de 1987. Foi finalista olímpico em Los Angeles ( USA) em 1984.

Yokochi foi muitas as vezes quem liderou as responsabilidades dos nadadores portugueses que participavam em diversas competições internacionais, espalhadas por todo o Mundo, onde a natação estivesse presente.

A sua última, se não estamos em erro, foi nos Jogos Olímpicos em Seoul, em 1988.

Estes jogos foram a grande coroa de glória do Mister Yokochi, o técnico benfiquista, que nestes jogos colocou Diogo Madeira, Sandra Neves, João Santos e Alexandre Yokochi.

Por esta altura, Francisco Alves já pertencia aos quadros técnicos do Benfica, adjunto do mister.

Após grandes sucessos com estes e outros que foram aparecendo, apesar da piscina do Estádio da Luz estar  super esgotada, era um autêntico viveiro de promessas.

Até que nos anos 90 começou a existir certas correntes de informação de comentários como estavam a ser orientados os treinos no Benfica, por ter treinos diferentes. Ele, dizia e com certa razão, os treinos eram adequados, conforme as características dos seus nadadores, ao ponto de se dizer que ele só defendia a imagem do filho, por isso treinos mais individualizados.

O técnico dizia que o treino era igual para todos. Até que Yokochi deixou o cais da piscina como responsável da equipa técnica do Benfica.

O momento não era o melhor para uma pessoa que tanto tinha dado à natação portuguesa.

Foi então que a partir desta altura o seu adjunto Francisco Alves assumiu a responsabilidade da equipa absoluta do clube encarnado.

Foi entregue a Yokochi o lugar de Secretário Técnico. A sua função era descobrir novos valores com talento para o clube.

Na altura ainda permaneceu no cargo, mas com o tempo foi abandonando e arrumou o seu cronómetro que se silenciou para sempre.

Desejo a todos um bom Natal e próspero ano novo com muitos sucessos.

Comentários